5 dicas sobre trabalho na Itália que eu nunca contei!

Conseguir um trabalho em outro país não é uma tarefa muito fácil, ainda mais se você é recém-chegado, não fala o idioma local, ou não pode exercer a mesma profissão que exercia em seu país. Porém, tudo é uma questão de tempo e vontade. Existem algumas coisas que podem te ajudar, principalmente se você for jovem e quiser adquirir novas experiências em novas áreas.

Faça um “Tirocinio”

Um “Tirocinio” (estágio, em italiano) pode ser uma ótima opção caso você queira iniciar uma nova profissão ou começar a trabalhar em uma indústria ou empresa específica mas ainda não tem a qualificação necessária.

Esse estágio pode ser gratuito ou remunerado, e pode ser um meio que te abrirá portas para novas oportunidades, além de adquirir um novo aprendizado. Se você chegou na Itália, tem como se manter por um período, talvez pensar em fazer um estágio seja uma boa opção.

Faça um curso online ou presencial

Enquanto você está correndo atrás de uma vaga de emprego, que tal ir se preparando com cursos online? Existem vários disponíveis, inclusive gratuitos! Você pode também optar por cursos presenciais e adquirir uma nova formação aqui na Itália! Isso sem dúvidas te ajudará muito em conseguir um emprego, sem contar que você pode fazer esses cursos presenciais gratuitos caso esteja desempregado (a).

Existem muitas opções, então faça pesquisas online, vá até a câmara do comércio de sua cidade e veja quais cursos o próprio “comune” te oferece, quais os requisitos etc.

Aprenda Inglês

Muitas pessoas não tem noção da importância do inglês nos dias de hoje, e pior ainda, quando falamos sobre tal assunto, ignoram e dizem que para morar na Itália não precisa saber falar inglês. Uma coisa é fato:

você tem que falar italiano se quiser morar na Itália.

Já viu alguém morar em um país sem falar a língua oficial? Se sim, com certeza será um fracasso na certa. Na Itália, o idioma mais importante é o italiano, e não é toda a população que fala inglês, e ele também não é o idioma oficial do país.

O que muitas pessoas esquecem, por exemplo, é que a Itália é um dos países mais visitados do mundo, e que grande parte da demanda de trabalho é no setor turístico, e que, com exceções, é claro, a maioria que recomeça a vida no país, começa com trabalhos no ramo, desde recepção de hotel até garçons. E você precisa entender que para trabalhar nesse setor, você precisará falar o idioma local (italiano) e ter um mínimo de conhecimento do inglês.

E não é só para garçons ou recepcionistas que o inglês (e outros idiomas, como o alemão, por exemplo) é exigido: em empregos como limpeza também poderá ser um requisito saber o básico, por que muitas vezes, a mesma pessoa que faz a limpeza em um Bed and Breakfast, por exemplo, é a que recepciona os hóspedes.

Trabalhos em lojas como atendentes, call center, trabalhos de verão em resorts etc, também são trabalhos que exigem, além do italiano, o inglês.

Por isso, se dedique ao italiano mas estude um pouco o inglês para aumentar suas chances de conseguir uma vaga. Atualmente eu utilizo a Cambly para estudar inglês, e recomendo muito a plataforma, inclusive fiz um vídeo sobre o tema do post de hoje, clica aqui e vai lá conferir! Ah, e use o cupom INGLESPRI, assim sei que anotou a dica e que está colocando em prática as dicas do post de hoje!

Valide seu diploma

Às vezes quando falamos em validação de diploma, logo bate um desespero, achamos que é um bicho de sete cabeças, quando, na verdade, pode ser mais fácil do que você imagina (ou não).

Realmente existem cursos onde nem é possível fazer a validação, ou então é necessário mais estudos, gastos financeiros, entre outros fatores, que podem realmente complicar e tornar difícil o fato de chegar em outro país e querer atuar na área.

Mas, a dica é: antes de se apavorar e deixar de lado a ideia de atuar na sua área, vá até a universidade e/ou o sindicato da sua área e peça informações! Conheço pessoas que conseguiram essa validação facilmente e que hoje atuam na área, então, veja sobre isso.

Projetos para Jovens

Jovens entre 18 e 34 anos contam com a ajuda do governo em alguns aspectos. Existem projetos voltados à esses jovens, principalmente para inseri-los no mercado de trabalho ou ajudá-los financeiramente, nos estudos etc. Veja se sua região dispõe de algum projeto, e se sim, corra atrás.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.