Como é comemorado o Natal na Itália?

miniatura

Ah, o Natal… Época mágica, colorida, festiva, e tempo de celebrar o nascimento do menino Jesus! Que época linda para estar com a família! Celebrar essa data, com ou sem arvore de Natal, virou um acontecimento mundial, comemorado até mesmo pelos não cristãos.

É uma época boa se de viajar e conhecer as belezas natalícias de vários lugares. Então, hoje vou falar para vocês sobre como é comemorado o Natal aqui na Itália, as tradições, as comidas,etc.

Bom, a época natalina tem início aqui na Itália em novembro e vai até janeiro. São várias as celebrações comemoradas durante esse período, e sempre com bastante luz nas cidades, presentes, jogos, reunião com a família e comida, muita comida!

Figuras natalinas

Ao contrário do Brasil, não é só o Papai Noel que compõe o Natal, mas também Santa Lucia e a famosa Befana. A primeira, foi uma mártir que perdeu sua visão e que nas noites entre 12 e 13 de dezembro, leva presentes para as crianças em alguns lugares da região norte. Porém, no resto da Itália, no dia 6 de janeiro, cabe a Befana (ou Epifania), uma velha com nariz grande, que anda numa vassoura (uma verdadeira bruxa na verdade haha) levar os presentes. De acordo com a história, ela foi uma velha senhora que se encontrou com os 3 reis magos e não conseguiu dar informações necessárias para ajudá-los. Daquele dia em diante, ela vai de casa em casa com um saco de presentes para as crianças, que naquele dia não pôde dar ao menino Jesus, já que não conseguiu ajudar os 3 reis magos. A lenda diz que ela traz caramelos para os meninos bons, e carvão para os maus haha A tradição é tanta, que eles até deixam alguma coisa preparada para ela de comida, que assim ela pode ser mais generosa e deixar mais presentes. Os demais presentes do dia do Natal cabem ao Papai Noel mesmo.

Período natalício

O período natalício compreende alguns eventos. Ele começa com o Advento, que seria a preparação para o natal. Durante esse período, as cidades são enfeitadas com luzes, e várias feirinhas de natal são montadas, sem esquecer, é claro, dos Presépios que começam a serem montados. Em seguida, temos a vigia do Natal, no dia 24, celebrando o nascimento de Jesus.

No dia 25 ainda se comemora o nascimento de Jesus, e, no dia 26, se celebra o Giorno di Santo Stefano, pela igreja católica, que foi um dos primeiros mártires Cristiano.

Doze dias após o Natal, no dia 6 de janeiro se celebra a Epifania (Epifania do Senhor, como dizem aqui), que não é apenas aquela Senhora que contei sobre ali em cima, e sim também um dia para celebrar a manifestação da divindade de Jesus para toda a humanidade, que foi representada com a visita dos reis magos e todos os presentes e honrarias que foram dadas ao menino Jesus.

Árvore de Natal, Presépio e Mercatini di Natale

Assim como em todo o mundo, a Árvore de Natal é levada bem a sério aqui na Itália. Essa tradição chegou à Itália na metade do ano de 800, e, de acordo com a tradição, ela deve ser montada no dia 8 de dezembro e desmontada no dia 6 de janeiro, no dia da Epifania.

E por falar em árvore, na Umbria fica a maior árvore de Natal do mundo! Ela possui mais de 3 mil luzes colocadas no Monte Ingino, na cidade de Gubbio.

Porém, mais uma tradição mais famosa aqui na Itália do que a de montar a Árvore, é a do Presépio! Várias pessoas constroem seu próprio presépio, e, durante o período do Natal, vários são montados nas ruas das cidades e colocados à venda nos “Mercatini di Natale” de todo o país.

Os Mercatini di Natale são originários do norte do país, mas agora já virou uma tradição em quase todo o país. Se trata das feirinhas de natal, que enfeitam as cidades e disponibilizam em suas barraquinhas comidas típicas, vinhos, decorações de natal, artesanatos e muito mais. Em cada região essas feirinhas têm algo de específico a oferecer, e a mais famosa da Itália é a da cidade de Bolzano. Os principais ficam na região de Trentino Alto Agide.

Existem também outras tradições espalhadas pela Itália, que variam bastante, e entre elas vale citar a tradição de acender a fogueira de natal, o costume da gaita de fole.

Ceia e Almoço de Natal

Existe um provérbio muito famoso aqui que é o seguinte: Natale com i tuoi, Pasqua com chi vuoi. Ou seja, o natal é com a família, mas a Pascoa você escolhe com quem quer passar!

A maioria dos italianos passam o natal em família, e comemoram com o jantar do dia 24 e o almoço do dia 25, onde, geralmente, passam o dia brincando com os jogos típicos dessa época do ano. O almoço do 25, em algumas regiões, é mais importante do que a ceia do 24. No centro e no Sul se festeja mais a ceia do 24, já no Norte, se festeja mais o almoço do 25. E existe uma variedade gastronômica muito ampla nessas refeições, mas o prato principal é o peixe!

Ao contrário do Brasil, não vemos aqui a leitoa ou o famoso peru nas mesas italianas, e o almoço ou o jantar é composto de vários pratos.

A lasanha é um prato que marca presença em muita mesa nessa época do ano, assim como verduras grelhadas, ‘tortellini’ (um tipo de macarrão), e também o Bacalhau.

Mas, como disse ali em cima, esse cardápio varia muito de região para região, mas algo que todas elas têm em comum, é a famosa tradição da ceia do 24 com 13 pratos diferentes servidos na mesa. Ou seja, são preparados 13 pratos diversos, que incluem um primeiro e segundo prato (para quem não sabe, aqui as refeições são divididas por etapas, e uma delas é o primeiro e o segundo prato), em seguida os ‘contornos’ (que podem ser carnes, batatas, entre muitos outros), os pães, bebidas, frutas sazonais e frutas secas, e também, não pode faltar, a sobremesa e o vinho!

Na ceia não se come carne, apenas pratos que sejam compostos com peixe ou sem carne alguma, mas no almoço do Natal a carne é liberada!

Alguns dos pratos bastante comuns aqui são a carne de boi cozida no vinho tinto (no almoço), ravioli (outro tipo de macarrão), verduras com peixe, polenta com bacalhau, sendo o bacalhau um protagonista na região de Lázio principalmente, sendo servido frito ou de outras maneiras.

Outros dois pratos muito famosos também são o Espaguete com Atum e o famoso Capitone com cebola e polenta, que é uma espécie de enguia gigante, que sinceramente, não sei qual é a lógica desse prato haha.

Doces natalinos

Uma parte muito importante do natal, e arrisco dizer que uma das mais importantes na verdade.

Os principais são o famoso Panetone e o Pandoro. O Panetone foi criado na cidade de Milão, e virou um doce mundialmente conhecido! E, aqui na Itália, quando chega a época do Natal, os supermercados, as lojas, as feirinhas, tudo fica repleto de panetone de todos os tipos! Mas existem muitos outros doces natalícios! Como regra italiana, sempre têm que ter uma sobremesa depois das refeições, e no Natal não poderia ser diferente!

Bom gente, era isso! Só queria compartilhar com vocês um pouquinho das coisas que eu sei sobre o natal!

Aproveite e veja o vídeo que eu fiz falando sobre isso pra vocês!

Agora, é só programar a viagem e vir conhecer o lado Natalino que a Itália tem para te mostrar! E garanto que você não vai se arrepender em vir dar uma olhadinha!

Até a próxima!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: